FacebookPixel
Notícias
A companhia perfeita para o seu café
Notícias
voltar \ Fiadores para crédito habitação: quando é que são necessários?

Fiadores para crédito habitação: quando é que são necessários?

11 nov 2021
Fiadores para crédito habitação: quando é que são necessários?
Ter fiadores para pedir um crédito habitação pode ser uma grande ajuda para conseguir aprovação por parte do banco. Fonte: Idealista News

Comprar uma casa com recurso a empréstimo bancário implica a apresentação de vários documentos. Muitas vezes, para além da documentação exigida, as instituições bancárias podem pedir fiadores de crédito habitação. Mas, afinal, que figura é esta do fiador? E quando é que é necessário? O idealista/news preparou um guia de perguntas e respostas sobre o tema.
 

Crédito habitação: fiadores, o que são?

De uma forma simples, os fiadores do crédito habitação representam uma garantia perante o banco e são responsáveis pelo pagamento do crédito no caso de haver incumprimento por parte do titular. "Ou seja, se por algum motivo o titular deixar de pagar as prestações mensais da casa, correspondentes ao financiamento para a compra de casa, a entidade bancária irá cobrar essa dívida aos fiadores", tal como explicam os especialistas do idealita/créditohabitação. 
 

fiadores no empréstimo habitação
Foto de Andrea Piacquadio en Pexels
 

Quando é que o banco solicita fiadores no crédito habitação?

As entidades bancárias exigem um crédito habitação com fiadores quando consideram que há risco de incumprimento do pagamento do crédito por parte do titular. Esta situação pode derivar de vários fatores:

  • Historial irregular: quando existem dívidas com outros créditos ou quando a liquidação dos mesmos foi feita de forma irregular;
  • Instabilidade: quando é apresentada uma situação profissional precária, salário baixo, outras prestações mensais que descontem no valor total do orçamento familiar;
  • Taxa de esforço muito elevada: a taxa de esforço é a relação entre os rendimentos mensais líquidos de um agregado familiar e as suas despesas. Note-se que a taxa de esforço varia de banco para banco, mas por norma, tem um limite máximo de 40%.


Pode calcular-se da seguinte forma:

  • Total de prestações/rendimento mensal líquido x 100 = Valor da taxa de esforço.
crédito habitação
Foto de Anastasia Shuraeva en Pexels
 

Fiador crédito habitação: que documentos é preciso apresentar?

Para ser fiador de crédito habitação também é necessário apresentar ao banco, para análise, documentação que comprove a capacidade de suportar o valor da prestação mensal em caso de incumprimento do titular.
 

documentação pedida pode variar de banco para banco e quanto mais garantias apresentar, maior a probabilidade existe do banco aceitar os fiadores:

  • Documento de identificação;
  • IRS e respetiva nota de liquidação;
  • Comprovativo de rendimento;
  • Bens móveis ou imóveis.


Crédito habitação sem fiador: é possível?

A resposta é sim, mas pode não ser fácil. Para conseguir um crédito habitação sem fiador é necessário comprovar ao banco que és capaz de assegurar o cumprimento do crédito sem dificuldades. Isso implica que reúnas algumas condições:

  • Uma entrada de valor considerável ou uma taxa de esforço baixa;
  • Situação profissional muito estável, de preferência, com bons rendimentos;
  • No caso de terem existido outros créditos, ter um historial de bom pagador;
  • Ter outras garantias como imóveis ou bens em nome próprio.


Se não tens a certeza de ser capaz de assegurar o pagamento mensal do crédito, ou tiveres condições menos favoráveis, será sempre melhor optar por um crédito habitação com fiador.  É importante analisar a situação financeira e ter em conta que no que respeita à análise feita por parte do banco, cada caso é um caso. Será também importante comparar as ofertas de crédito habitação que há no mercado, para ver qual a melhor que se adequa ao teu perfil.
 

Empréstimo para comprar casa
Foto de Shvets Production no Pexels


Deixar de ser fiador de um crédito habitação: como funciona?

Ser fiador é uma grande responsabilidade, uma vez que implica assumir uma divída que não é sua. No entanto, embora pouco comum, é possível deixar de o ser. Para deixar de ser fiador de um crédito habitação não basta querer. É necessário chegar a um acordo com o banco através de, por exemplo, a renegociação da dívida.
 

E para que o banco aceite retirar um fiador do contrato, terão que ser apresentadas outras garantias que cubram esse risco acrescido, como por exemplo, a passagem à efetividade na situação profissional dos titulares ou a troca por outro fiador.
 


Fiador crédito habitação: direitos e deveres

Decidir ser fiador no crédito habitação é uma decisão que deve ser ponderada e analisada antes de qualquer ação. Isto porque assumir esse papel traz obrigações como o caso de assumir a dívida no lugar do titular do crédito em caso de incumprimento.
 

Mas para além do dever, os fiadores também têm direitos:

  • Reclamação junto do devedor: no caso de incumprimento do pagamento das prestações, o banco chama o fiador a assumir esse encargo, é possível que o fiador exija ao devedor o valor que pagou. No entanto, se o devedor não foi capaz de cumprir a sua obrigação contratual com o banco, dificilmente o fará para com o fiador;
  • Renegociação: devedor e credor podem tentar chegar a um acordo para renegociar o montante em dívida e alargar o prazo de vida do empréstimo.
Veja Também