FacebookPixel
Notícias
A companhia perfeita para o seu café
Notícias
voltar \ Transferir o crédito habitação? Explicamos como e quais as vantagens

Transferir o crédito habitação? Explicamos como e quais as vantagens

18 nov 2021
Transferir o crédito habitação? Explicamos como e quais as vantagens
Transferência do crédito habitação pode ajudar a poupar, mas há aspetos a ter em conta. Fonte: Idealista News

Mesmo com os preços das casas em alta, a corrida ao crédito habitação está a instalar-se em Portugal. Os bancos estão a abrir a torneira e em setembro concederam 1.331 milhões de euros em empréstimos para comprar casa, o terceiro valor mais alto dos últimos cinco anos, segundo mostram os dados do Banco de Portugal. As famílias ficam, depois, a pagar uma prestação mensal que muitas vezes tem impacto no orçamento familiar. Quais as soluções possíveis para baixar o valor e poupar algum dinheiro? Transferir o crédito habitação para outro banco pode ser uma delas.
 

Baixar o valor da prestação mensal associada ao crédito habitação é uma das principais motivações que levam muitas famílias a ponderar transferir o crédito habitação, até porque assim podem conseguir aumentar o orçamento mensal disponível e até fazer algumas poupanças.  
 

No entanto, “antes de tomar qualquer decisão é muito importante ter em conta alguns aspetos que permitam perceber se realmente a transferência de crédito habitação compensa”, alertam os especialistas do idealista/créditohabitação.

Como transferir o crédito habitação
Foto de Andrea Piacquadio en Pexels
 

Transferência de crédito habitação: como funciona?

Em primeiro lugar, deves saber que ao mudar o teu crédito habitação de banco, estás – quase – a iniciar o processo novamente Ou seja, terás que passar por todo o processo outra vez o que implica fazer contas e comparar opções que permitam tomar uma decisão consciente e informada. 
 

O que se deve ter em conta na hora de comparar?

 

A resposta é simples: tudo o que foi comparado quando recorreste ao crédito habitação pela primeira vez. Analisando tudo novamente, podes também perceber se é um bom momento para mudar. Para te ajudar neste processo, damos-te quatro dicas:
 

  1. Nem só o spread conta: elementos como o Montante Total Imputado ao Consumidor (MTIC) e a Taxa Anual Efetiva Global (TAEG) podem ajudar-te a perceber todos os custos associados ao crédito;

  2. Outros produtos: mudar o crédito habitação para outro banco com a perspetiva de conseguir um spread mais baixo pode ter outras contrapartidas como a subscrição de produtos como contas-poupança, seguros ou cartões de crédito;
  3. Prazos do empréstimo: até pode soar bem a ideia de ter uma prestação mensal mais baixa, mas se isso significar um prazo de pagamento mais longo, pode sair mais caro. Há que perceber o impacto do prazo no valor de cada prestação e no valor total;
  4. Taxas: a taxa fixa não deixa margem para surpresas ao fim do mês no que diz respeito à prestação, no entanto numa fase inicial o valor pode ser mais elevado. A taxa variável é a que flutua consoante um indexante, como a Euribor, e comporta um risco de variação no valor da prestação. 

 

Vantagens da transferência do crédito habitação
Foto de Elevate Digital en Pexels

transferência do crédito habitação é um direito do cliente e pode ser efetuada a qualquer momento durante o período em que o crédito habitação estiver a ser pago. "É também importante consultar as condições contratuais para perceber se não há nenhuma condicionante a esta mudança", dizem ainda deste o idealista/créditohabitação.

 

Mudar crédito habitação para outro banco: o que ter em conta?

É importante esclarecer que a alteração do crédito habitação para outra instituição bancária tem custos associados que devem ser tidos em conta. Além do valor que terás de pagar, também terás de entregar novamente a documentação que comprove a tua capacidade financeira.
 

Quanto custa transferir o crédito habitação?

 

Atualmente, há instituições bancárias que suportam os custos totais que estão associados à transferência do crédito habitação, mas existem outras que podem cobrar por alguns serviços, como por exemplo:

  • Comissão de reembolso antecipado: entre 0,5% e 2% do valor em dívida, dependendo da taxa contratada);

  • Outras despesas: as relacionadas com avaliação do imóvel, eventuais novas escrituras, comissão de dossier cobrada pelo banco, entre outras.
Contas a fazer para transferir o empréstimo
Foto de RODNAE Productions en Pexels
 

Que documentos são necessários?

documentação exigida para avançar com a alteração do crédito habitação é – na maioria dos casos – a mesma que foi entregue para aprovação do empréstimo, mas pode variar consoante o banco. Relembramos o que é mais comum pedir:
 

  • Documento de identificação;
  • Comprovativo de morada/IBAN;
  • Última declaração de IRS e respetiva nota de liquidação;
  • Últimos 3 recibos de vencimento;
  • Últimos 3 meses dos extratos bancários;
  • Cópia da escritura do imóvel em questão;
  • Mapa de responsabilidades do banco de Portugal.
Poupar na transferência do crédito habitação
Foto de Athena en Pexels
 

Transferir o crédito habitação vai traduzir-se em poupança?

Decidir transferir um crédito habitação deve ser uma decisão informada, com um processo sólido que minimize o risco para o banco. Por isso, deve ser a primeira pergunta à qual deverás responder antes de tomar uma decisão.
 

A maior vantagem que podes conseguir ao mudar o crédito habitação para outro banco é, de facto, a redução do valor da prestação mensal, mas isso implica uma negociação de condições mais vantajosas, como por exemplo, melhores taxas de juro.
 

Com uma nova proposta, também poderão ser retirados produtos que não precisas como seguros, cartões de crédito que tiveram de ser adquiridos no momento em que fizeste o crédito habitação pela primeira vez.
 

Apesar de ser um processo trabalhoso, a poupança que podes obter no fim de cada mês pode ajudar a folgar o orçamento familiar. Portanto, a transferência do crédito habitação pode ajudar a poupar, se todas as condições estiverem a teu favor.
 

Documentos para transferir crédito habitação
Foto de Felicity Tai en Pexels
Veja Também